Quiropraxia pode me ajudar ?

 

O que a Quiropraxia faz por mim?

A Quiropraxia é um potencializador da sua saúde e vida. Tendo como principal objetivo a remoção das interferências no controle principal do corpo, ou seja, o Sistema Nervoso.

Diariamente nós sofremos estresses, causando a subluxação, e diariamente nosso corpo trabalha para corrigir essas subluxações.Porem algumas vezes as forças externas superam a capacidade do corpo de se adaptar, então a subluxação ira precisar de uma força externa, para fazer a sua correção.quiropraxia porto alegre

Essas subluxações fazem suas células, tecidos e órgãos, receberem menos energia oriunda dos nervos e cérebro.Portanto, quando temos esse problema na coluna, a vida é reduzida, interferida e nossa adaptação fica fraca.

Resumindo, a pessoa é menos do que ela poderia ser em todos aspectos de vida, se estiver com uma subluxação na coluna.

A Quiropraxia ira remover essa interferência na coluna, para deixar a sua inteligência agir e expressar o máximo do seu poder inato. Fazendo com que o seu corpo se cure de dentro para fora.

Curta nossa pagina no Facebook, e receba os próximos materiais e dicas.

facebook.com/quiropraxiaaugusto

 

Quiropraxia pode te ajudar a combater o stress, ansiedade e a depressão.

stress, ansiedade, depressão

A Quiropraxia dá ao corpo a capacidade ideal de resistência ao stress, ansiedade e depressão ao equilibrar o sistema nervoso. Em nossa sociedade, cujo ritmo de vida é cada vez mais rápido, as fontes de stress multiplicam-se: as responsabilidades profissionais e pessoais, preocupações familiares e financeiras, poluição, tráfego, ruído, etc. Se você adicionar a isso, uma dieta pobre e falta de exercício, é fácil entender por que tantas pessoas desenvolvem sintomas de stress crônico ou caem em depressão.

Quanto mais regulada esta nossa biologia interna, mais forte será a nossa capacidade de adaptação. Ao equilibrar nosso sistema nervoso, a Quiropraxia dá ao organismo uma resistência maior ao stress.

A nossa resposta ao stress biológico é controlado pelo nosso sistema nervoso autônomo, que consiste em dois ramos, chamado de “simpático” e “parassimpático”. O primeiro tem um “acelerador” do corpo, enquanto o segundo age como um “freio”.

Para uma adaptação eficaz ao stress, é imprescindível que estes dois ramos do sistema, o acelerador e o freio, funcionem de maneira sincronizada, a fim de se equilibrar perfeitamente. No entanto, se houver uma subluxação, criando interferência no sistema nervoso, a atividade de um dos ramos pode ser prejudicado.

Quando há o mau funcionamento do “freio”, o corpo permanece em um estado de alarme constante. Isto é conhecido como stress crônico. Se o “acelerador” funciona mal, o corpo perde sua capacidade de reagir, o que pode favorecer os sintomas de depressão ou síndrome da fadiga crônica.

Pesquisas mostram que o stress crônico afeta todos os sistemas do corpo. Podendo envolver, por exemplo, tensão muscular, hipertensão arterial, dores de cabeça, diarreia, vômitos, prisão de ventre, etc. O stress crônico também enfraquece o sistema imunológico, favorecendo resfriados, gripes e outras infecções.

Em vez de resolver o stress pela raiz, a medicina convencional é limitada a mascarar os sintomas através de medicação. No entanto, tranquilizantes pode causar dependência, e beta-bloqueadores podem levar a uma série de efeitos colaterais.

Além do problema da dependência, medicamentos contra a depressão modificam a percepção da realidade, além de mascarar o problema apenas durante o tratamento, sem resolver ao longo prazo.

Removendo a interferência nervosa ao longo da coluna vertebral, a Quiropraxia restaura o equilíbrio entre o “acelerador” e o “freio”, dando ao organismo uma melhor capacidade de se adaptar ao seu meio ambiente.

Para se proteger dos efeitos negativos do stress, basta checar sua coluna frequentemente junto a um Quiropraxista capacitado. Um sistema nervoso saudável é a melhor armadura para se proteger do stress e da depressão.

Marque sua visita, e descubra mais benefícios que a Quiropraxia pode lhe proporcionar.

Consultórios

Desmistificando a dor ciática

Muitas vezes qualquer dor na coluna ou na perna as pessoas já chamam de dor ciática, porem não é bem assim. O nervo ciático, maior encontrado no organismo, emerge de entre as vertebras lombares L4 e L5, e sacrais S1 e S2, se unem e formam o nervo ciático percorrendo ao longo da perna até o pé.

 Os sintomas de dor ciática variam de uma pessoa para outra. Pode surgir dor aguda, formigamento, fraqueza, dormência nas pernas, nádegas, quadril, joelho ou pé. Dor ciática pode ser aguda ou crônica, geralmente unilateral.

Algumas descrições de dor ciática são:

– Dor na região lombar e nádegas

– Formigamento, fraqueza e / ou dormência nos membros inferiores

– Dor leve intermitente ou acentuado, dor aguda

– Dor maçante crônica que raramente vai embora – tipo mais comum

– Sensação de queimação e espasmos na coxa

– Dor que irradia a partir de nádegas e vai para as pernas

– Dor no calcanhar e difícil mobilidade

– Dor ou dormência na parte externa do pé no lado afetado

 As causas das dores podem ser diversas, dentre elas estão hérnia de disco, trauma, subluxação vertebral, espasmos e fadiga muscular. Dor do nervo ciático pode ser tratada não cirurgicamente e suavemente com a descompressão da coluna vertebral.

 Quando sentir sintomas parecidos sempre procure um profissional, pois cabe a ele o correto diagnóstico e tratamento para o mesmo. Você deve manter sua coluna alinhada indo regularmente ao Quiropraxista para a prevenção de lesões como esta, então não se esqueça de marcar sua consulta em breve!

Alívio para dor nas costas sem uso de medicamentos

Se você ainda não teve um episódio de dor nas costas, pode se considerar uma pessoa de sorte.  Segundo a Organização Mundial da Saúde, 80% da população vai ter algum episódio de dor ao longo da vida. Má postura, excesso de peso, sedentarismo, atividade física feita de forma errada podem ser as causas do problema que causa desconforto e pode provocar muitas limitações no dia a dia.  As dores mais comuns estão ligadas a região lombar e cervical da coluna.

O alívio para a dor nem sempre vem através de medicamentos ou cirurgias. Muitos casos podem ser resolvidos com ajuda de um Quiropraxista.  No Brasil, existem duas universidades que formam profissionais qualificados para atender o paciente com dores na coluna. Uma delas fica no Rio Grande do Sul. O profissional realiza um exame físico, análise postural e testes ortopédicos antes de fazer qualquer procedimento no paciente.

O Quiropraxista faz diagnóstico, tratamento e prevenção. O tratamento é feito através de técnicas manuais que buscam aumentar a mobilidade das articulações. Os ajustes, como são chamadas as manobras, podem gerar estalos e o resultado esperado é o realinhamento das vertebras, fazendo com que diminua o quadro de inflamação na região articular. Com isso, a dor vai diminuindo e as pessoas recuperam a qualidade de vida, sem a necessidade de medicamentos ou cirurgia.

Todas as pessoas podem receber os ajustes, porém pacientes com certas patologias e comprometimento requerer um cuidado especial por parte do Quiropraxista no cuidado do tratamento.  A maior parte dos pacientes que experimenta a Quiropraxia se sente melhor depois da primeira consulta, mas deve seguir com o tratamento.  O número de consultas varia de acordo com o histórico de cada paciente.

QUIROPRAXIA PODE AJUDAR A AMENIZAR A DOR PROVOCADA POR:

Dores na coluna vertebral;

Dores de cabeça, enxaqueca;

Dor ciática;

Hérnia de Disco;

Escoliose;

Restrições a movimentações nas articulações (ombro, cotovelo, punho, quadril, joelho e tornozelo);

Torcicolo;

Problemas posturais;